casal felizA reprodução é uma das etapas da vida. Nascemos, crescemos e nos reproduzimos. Os seres humanos formam sua descendência por meio de relações sexuais e, mesmo assim, existem aqueles que não conseguem – devido à infertilidade ou disfunções. O homem e a mulher são férteis desde o período da adolescência, até a meia idade.

Mediante à fecundação é que ocorre a reprodução dos seres humanos. Essa, diferentemente de alguns grupos de animais, como os peixes, acontece no interior do sistema reprodutor da fêmea. A fecundação configura-se como a união de células sexuais, em que cada uma delas possui quantidade “x” de cromossomos. A junção delas forma o zigoto – união dos gametas masculino (espermatozoide) e feminino (óvulo).

Há distinções entre homem e a mulher quanto ao período fértil. O homem não possui um “relógio”, a qualquer momento, ele se encontra preparado. A ejaculação não tem prazo de acontecer, do mesmo modo que a ovulação. As mulheres passam pelo ciclo menstrual e não engravidam em determinados períodos.

Por exemplo, o ciclo menstrual inicia no primeiro dia em que há hemorragia da mucosa uterina. A fertilidade feminina acontece cerca de 14 dias antes da menstruação. Porém, essas datas não são muito precisas, uma vez que algumas mulheres podem estar férteis nesse período de menstruação.

De acordo com os especialistas do Hospital Universitário da UNIFESP, há formas da mulher saber se está ovulando. Uma delas, é quando aparecem dores na região pélvica, cerca de 14 dias antes da próxima menstruação. Outra forma manifestada pelo corpo é a secreção do muco cervical. Liberado pela vagina, e com a cor semelhante à da clara de ovo, acontece entre um dia antes ou depois da ovulação.

Pela temperatura corporal também se detecta o período de fertilidade feminina. Mede-se a cada manhã, antes de se levantar. Tira-se a temperatura para saber o dia do aumento dela. A variação pode acontecer entre dois dias antes ou depois da ovulação. Ou, se preferir, nas farmácias, são disponibilizados os testes de hormônios.

O teste de ovulação revela o aumento da produção do LH (Hormônio Luteinizante). Inicia-se o processo de ovulação segundo o pico de LH, significa que a mulher ovulará entre 24 e 36 horas após.

No caso dos homens, se torna mais fácil por não haver todo um ciclo. Qualquer hora ou dia do mês, ele está preparado, devido à simplicidade de processos. Para o homem, existem três básicos: a excitação, a ereção e a ejaculação. O que ataca o sexo masculino são as disfunções; porém, a partir dos anos 80, surgiu a esperança de muitos: o hormônio fentolamina, popularmente conhecido como “azulzinhas” ou Viagra.

Para que haja a reprodução humana, é preciso o bom funcionamento do aparelho masculino e o período fértil feminino. O órgão genital masculino deve penetrar a vagina. Nesse processo, o pênis lança os espermatozoides no útero. Se a mulher não estiver no período fértil, os espermatozoides não conseguem entrar, por causa do muco cervical, abundante em proteínas, que impede a entrada deles. Por outro lado, em seu período de ovulação, ele se torna mais fluido e não age contra o gameta do homem.

Superada essa fase, os espermatozoides viajam pelas trompas à procura do óvulo. Ao encontrar, cerca de 500 milhões deles tentam entrar no gameta feminino; aquele ou aqueles que conseguirem, se unirão, formando o embrião (zigoto), que nascerá em até nove meses.